Confira mais uma publicação da série de textos da Agenda do Assistente Social 2018

A A A A

O Conselho Regional de Serviço Social da 16ª região – CRESS/AL, através da gestão "A luta nos movimenta, a resistência nos fortalece" publica nesta segunda-feira, dia 19, mais um texto da série  da Agenda do Assistente Social 2018 - Comemorativa aos 25 anos do código de Ética cujo tema é: “Sou Assistente Social e tenho minhas bandeiras de luta".

O material que será apresentado foi produzido pelo CFESS. Os textos são de autoria de Cristina Brites, assistente social e professora da UFF/Rio das Ostras e as artes foram confeccionadas por Rafael Werkema do CFESS.

As publicações serão feitas aqui, no portal do CRESS/AL, todas as segundas e sextas-feiras do mês de outubro, novembro e dezembro.

Abaixo confira a publicação referente ao mês de Agosto:

Garantia do pluralismo, através do respeito às correntes profissionais democráticas existentes e suas expressões teóricas, e compromisso com o constante aprimoramento intelectual.

Garantia do pluralismo no campo democrático e compromisso com o aprimoramento intelectual se articulam como exigências éticas para o trabalho profissional, que se realiza em espaços sócio-ocupacionais tensionados por interesses antagônicos, ou seja, atravessados pela disputa entre projetos distintos, tanto profissionais como societários.

Com este princípio, o Serviço Social brasileiro, uma vez mais, revela seu compromisso com a democracia, reconhecendo sua centralidade como valor político e como organização político-social fundamental para a explicitação de valores essenciais e para a livre manifestação das forças sociais e políticas na formulação de respostas para o enfrentamento de conflitos.

Do mesmo modo, ao delimitar o campo democrático como referência para o respeito às correntes profissionais e à diversidade teórica no âmbito da profissão, a categoria assume a recusa de tendências autoritárias e conservadoras, contrárias à democracia e aos valores humano-genéricos. O respeito ao pluralismo no campo democrático também representa o confronto crítico do Serviço Social brasileiro com seu passado recente, marcado pelo conservadorismo. O reconhecimento da democracia como valor e o seu campo como referência universal para as vertentes profissionais assegura a coerência interna entre a perspectiva teórica, ética e política do projeto profissional hegemônico e a direção social estratégica assumida pela profissão. Em tempos de neoliberalismo e de pensamento pós-moderno, a garantia do pluralismo no campo democrático e o compromisso com o aprimoramento intelectual são também expressão de um posicionamento crítico de recusa do ecletismo teórico e do relativismo ético e político, que impedem a apreensão dos fundamentos da realidade social e de sua condição de totalidade histórica, contribuindo para a legitimação ideológica da sociabilidade burguesa.

Neste princípio fundamental, outro aspecto relevante da concepção ética assumida pela categoria profissional merece destaque: o reconhecimento do aprimoramento intelectual como uma exigência para o trabalho profissional eticamente comprometido. Ou seja, neste princípio, explicita-se a impossibilidade de uma competência ética desvinculada da competência teórica.

O compromisso com valores éticos supõe a viabilização dos meios necessários para sua efetivação; portanto, requer competência teórico-metodológica, técnico-operativa e ético-política.

a mesma direção, o dinamismo, as contradições e a complexidade da realidade sócio-histórica impõem o compromisso com o aprimoramento intelectual sob pena de o trabalho profissional ser ultrapassado pelas exigências históricas.

Comentários

CFESS

Autarquia pública federal que tem a atribuição de orientar, disciplinar, normatizar, fiscalizar e defender o exercício profissional do/a assistente social no Brasil, em conjunto com os Conselhos Regionais de Serviço Social (Cress). Acesse o site aqui.

Fale Conosco

Tratar a sua manifestação com independência, isenção e ética é o nosso compromisso.



(82) 3221.5305
Rua Sete de Setembro, nº 184, Centro, Maceió (AL), por trás do Espaço cultural da UFAL. Horário de funcionamento: de segunda à quinta, das 13h às 17h, e sexta, das 9h às 13h.

© 2013 CRESS-AL. Todos os direitos reservados.
É proibida cópia total ou parcial do conteúdo deste site sem prévia autorização.